quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Governo quer mais mulheres em profissões masculinas

 



O Palácio do Planalto lançou uma campanha para incentivar as mulheres a buscarem capacitação em áreas profissionais como a construção civil e a mecânica, que geralmente são ocupadas por homens. A campanha “Mulheres que Inovam”, lançada nessa segunda-feira (12), quer chamar a atenção delas para os cursos do Programa Nacional de Acesso Técnico e Emprego (Pronatec) – Brasil Sem Miséria.

Embora a presença de mulheres em setores dominados por eles já é realidade, a meta é ampliar a participação feminina. Um comercial de televisão será exibido para incentivá-las a procurar os cursos do Pronatec em profissões como eletricista, torneiro mecânico, pedreiro e instalador predial.

Atualmente, cerca de 70% das vagas do Pronatec são ocupadas pelas mulheres. Segundo a ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, isso demonstra o interesse das mulheres em estarem preparadas para o mercado de trabalho e a disposição de estar presente em todas as áreas.

“Queremos que a mão de obra feminina seja tão reconhecida como a masculina. Falta muito ainda, mas vamos conseguir. Muitas mulheres não entram para a construção civil por medo de sofrer preconceito, mas já demos um passo muito grande no sentido de romper o preconceito tanto por parte dos trabalhadores quanto dos empregadores”, disse a ministra. 
(Folha de Pernambuco)

Nenhum comentário:

Postar um comentário