sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Verdejante: juíza impugna candidatura de prefeito eleito

Em contato com o blog, há pouco, o advogado do atual prefeito de Verdejante (Sertão Central, a 508 km do Recife), Haroldo Tavares (DEM), João Batista Rodrigues, relatou os últimos acontecimentos políticos no município. Segundo ele, a juíza Juliana Martiniano Lins, da 114ª Zona Eleitoral, decidiu, na manhã desta sexta-feira (9), pela impugnação da candidatura do prefeito eleito da cidade, Péricles Tavares.
O caso foi publicado neste blog no último dia 18, quando, por meio de nota, Haroldo acusou Francisco Tavares (PSD) de ter cometido "estelionato eleitoral", uma vez que, por estar enquadrado na Lei da Ficha Limpa, renunciou às vésperas das eleições lançando o nome do seu irmão, Péricles Tavares (PMDB), acusado pelo democrata de não possuir filiação partidária, faltando ao mesmo, portando, condição de elegibilidade.

Péricles, por sua vez, se defendeu apresentando como "comprovante" de sua filiação uma cópia da ficha de inscrição junto ao PMDB, onde apesar de constar a data (03/10/2010), nunca foi registrada junto à Justiça Eleitoral, informação ratificada por uma certidão do TSE.

Com base nas provas apresentadas pelos advogados de Haroldo Tavares, a juíza Juliana Lins decidiu por invalidar o registro de candidatura de Péricles Tavares junto ao PMDB. Da decisão ainda cabe recurso junto ao Tribunal Regional Eleitoral.
(magnomartins)

Nenhum comentário:

Postar um comentário