sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Terceiro turno em PE: PT detona Eduardo em revista nacional



Este blogueiro teve a informação de pelo menos cinco fontes sobre uma longa reportagem que está sendo preparada pela revista ÉPOCA. A base do material é um ataque frontal à imagem de moderno em construção pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). 

A revista quer mostrar que Eduardo é um coronel travestido de moderno. Pelo que o blog apurou, as fontes principais dos ataques são originárias do PT nacional, sendo que em Pernambuco, Humberto Costa e Pedro Eugênio são as principais fontes venenosas. Mas até o deputado estadual Sérgio Leite também está alimentando a revista.

A matéria tem dois objetivos. Um é nacional. O PT nacional está extremamente preocupado com a ascensão do governador de Pernambuco e não vai permitir que ele fique solto. A ordem é bater sem piedade e para tanto vai mobilizar todo o poder de fogo do partido na imprensa para desmoralizar Eduardo. 

O outro objetivo é local: a turma derrotada por Eduardo quer a desforra e, sob a liderança de Humberto, está levantando munição pesada contra o governador.

Tem um grupo de jornalistas fuçando tudo. Os repórteres da revista estão, inclusive, indo até em busca de coisas do pai de Eduardo, Maximiano Campos, que já morreu, em 1998. 

Também procuram envolver até o sogro, Dr. Ciro de Andrade Lima, homem do mais elevado respeito na sociedade pernambucana, além do irmão, Antônio Campos, tios, primos e outros familiares do governador. 

Segundo o blog levantou, o jogo é realmente muito pesado. O PT não vai perdoar Eduardo por abandonar Dilma e praticamente se lançar nacionalmente. E o pior: por ter humilhado o partido em Pernambuco. Petistas dizem que não tem choro nem vela: se Eduardo quer colocar a cabeça de fora, então que aguente a pauleira.
(magnomartins)

Nenhum comentário:

Postar um comentário