quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Dom Aldo diz que padre deveria ser livre para escolher entre casar ou manter o celibato

Dom Aldo em entrevista à rádio 98 FM
O arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Pagoto, disse em entrevista ao programa Correio Debate da Rádio 98 FM (Rede Correio Sat) na tarde desta quarta-feira (27) que o padre deveria ser livre para escolher entre casar ou manter o celibato.

Na opinião de Dom Aldo, o celibato é um a lei disciplinante, mas antes de tudo deve ser um dom. "Voce deveria ficar livre para escolher", disse mas não se declarou contra o celibato.

O arcebispo declarou, no entanto, que o fim da obrigatoriedade do voto de castidade já é uma condição defendida por muitos dentro da igreja. 

Ele acredita que o novo papa a ser escolhido mês que vem deve se abrir para o tema, caso contrário continuará enfrentando problemas relacionados a casos de pedofilia.

O religioso acredita ainda que esse tipo de comportamento não é daqueles que têm o dom do celibato. "O celibato é uma questão de amor, educação e um dom que deve ser cultivado por aqueles que o tem", explicou.

Ele acredita que o novo papa irá abrir diálogo na perspectiva de se chegar a um consenso sobre o tema do celibato
(ao)

Nenhum comentário:

Postar um comentário