quinta-feira, 27 de agosto de 2015

PF prende 22 em ação contra maior quadrilha de drogas sintéticas do país

 Policiais federais deflagram operação contra quadrilha suspeita de tráfico de drogas em Goiás (Foto: Reprodução/ TV Anhanguera)

A Polícia Federal prendeu, nesta quinta feira (27), 22 pessoas suspeitas de integrar a maior quadrilha de tráfico de drogas sintéticas do país. Segundo os investigadores, o grupo usava empresas regulares para comprar produtos químicos e produzir entorpecentes como anfetaminas e cocaína, que eram vendidos em Goiás, outros cinco estados e no Distrito Federal.

A PF não divulgou onde as prisões foram efetuadas nem revelou as identidades dos detidos. No entanto, informou que três donos de laboratórios químicos de Goiânia estão entre os presos.

Os agentes calculam que a organização movimentou, em apenas oito meses, R$ 240 milhões. "Ela é considerada a maior quadrilha de drogas pela quantia de entorpecentes encontrados nos laboratórios. Em dois anos, eles fabricaram cerca de 12 milhões de comprimidos [de ecstasy] para vender no país", disse o delegado Bruno Gama, do Departamento de Repressão a Entorpecentes da Polícia Federal em Goiás.

Durante as investigações, que começaram em dezembro de 2013, os agentes desmontaram nove laboratórios para a produção dos entorpecentes e apreenderam mais de 1,4 milhão de comprimidos de ecstasy. Em um deles estavam sendo produzido 800 mil comprimidos e em outro, 630 mil comprimidos da droga.


Nenhum comentário:

Postar um comentário